Usinas do Centro-sul processam quase 50% mais cana em janeiro

29/01/2016 15:28:29

As usinas de cana-de-açúcar do Centro-Sul do Brasil processaram 1,818 milhão de toneladas de cana nos primeiros 15 dias deste mês, um volume 49,15% maior que o registrado na primeira quinzena de janeiro de 2015. A informação é da União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica), que divulgou seu relatório quinzenal de acompanhamento da safra 2015/2016.

Do volume de matéria-prima que chegou às unidades produtoras, 81,73% foram usados para a produção de etanol, resultando em 63 milhões de litros do combustível anidro e 28 milhões do hidratado. Os 18,27% utilizados para a produção de açúcar resultaram em 29 mil toneladas.

No acumulado da safra 2015/2016 até o dia 15 de janeiro, o processamento de cana-de-açúcar foi de 596 milhões de toneladas, um crescimento de 4,69% em relação ao mesmo período no ciclo 2014/2015, quando passou pelas usinas um volume total de 569,29 milhões de toneladas.

Os números da Unica mostram que a indústria segue privilegiando a produção de etanol, inclusive em proporções maiores que na temporada anterior. Do total de matéria-prima que chegou nas unidades produtoras, 59,06% tem sido transformado no combustível desde o início do calendário 2015/2016. No período 2014/2015, tinham sido 56,89%.

A produção total de etanol apresenta um crescimento de 27,264 bilhões de litros, um aumento de 4,92% em relação ao ciclo passado, quando foram 25,985 bilhões de litros. O rendimento é de 45,74 litros por toneladas de cana moída. Do total 16,737 bilhões foram de hidratado (+10,72%) e 10,526 bilhões foram de combustível anidro (-3,15%).

A produção de açúcar na safra 2015/2016 estava em 30,59 milhões de toneladas até 15 de janeiro. O volume é 4,29% menor que o registrado na safra 2014/2015, de 31,96 milhões de toneladas. Cada tonelada de cana tem rendido em média 51,33 quilos da commodity.

Fonte: Jornal AGroin ONline


Siga a Arysta