RS: oscilação do dólar esvazia negócios de algodão no Brasil, diz Agência Safras

24/03/2016 13:08:16

O mercado brasileiro de algodão encerrou a terceira semana de março com poucos negócios, reflexo da grande oscilação na cotação do dólar. Com tal movimento, os agentes estão avessos a tomar posições. No CIF de São Paulo, a pluma era cotada a R$ 2,41 por libra-peso, ante R$ 2,44 registrado na semana anterior. Em relação ao mesmo período mês passado, quando valia R$ 2,55, a queda acumulada é de 5,49%. Contudo, apresenta alta de 27,51% quando comparado ao ano anterior.

As exportações brasileiras de algodão somaram 36,1 mil toneladas até a segunda semana de março, com média diária de 4 mil toneladas. A receita com as vendas ao exterior totalizou US$ 53,2 milhões, com média de US$ 5,9 milhões. O preço médio é de US$ 1.475,30 por tonelada. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério do Desenvolvimento, da Indústria e do Comércio (Mdic).

Na comparação com fevereiro, houve recuo de 15,4% na média diária de receita e baixa de 14,9% no volume. O preço recuou 0,6%. Se for comparado com o mesmo mês do ano que passou, há elevação de 62,4% na receita, avanço de 68,8% no volume e perda de 3,8% no preço.

No cenário internacional, destaque para a produção de algodão da Índia, que deverá ficar em 34,5 milhões de fardos na temporada 2015/2016, que inicia no dia 1 de outubro, informou o Cotton Association of India (Associação de Algodão da Índia). Se confirmada, será uma queda de 3,8 milhões de fardos frente à temporada anterior, quando somou 38,3 milhões de fardos. Os motivos para a queda, segundo a Associação, foram ataques de pragas e chuvas insuficientes, que cortaram a produtividade das lavouras.

Fonte: Portal Página Rural/RS


Siga a Arysta