Em Minas Gerais, usinas apostam no plantio de cana-de-ano para aumentar disponibilidade de matéria-prima

21/11/2016 15:54:02

Mário Campos, presidente da Siamig (Associação da Indústria Sucroenergética em Minas Gerais), neste ano houve grande movimento de plantio de cana-de-ano. “Isto ocorreu porque as empresas têm necessidade de ter cana para a 2017/18, mesmo sabendo que neste tipo de plantio a produtividade normalmente não é das melhores”, diz.

Segundo ele, as usinas utilizaram desta estratégia porque precisam de cana, uma vez que já assumiram compromissos para 2017 em açúcar. “Está claro que, quem tiver mais cana, tiver escala, terá mais retorno.”

Com a perspectiva de que o próximo ano tenha preços muito bons, usinas e produtores vão buscar estratégias para aumentar o volume de cana disponível. “Aproveitar os excelentes preços requer que se tenha produto.”

No ciclo 2016/17, teve usina mineira que começou a safra em março. Mas a próxima começará efetivamente em abril, uma vez que a safra deste ano chega ao fim moendo praticamente toda cana disponível.

Veja mais notícias na Revista CanaOnline, visualize no site ou baixe grátis o aplicativo para tablets e smartphones – www.canaonline.com.br.

Fonte: CanaOnline

 


Siga a Arysta