CONAB reduz novamente a estimativa da safra do milho

13/03/2018 14:46:35

A Companhia Nacional do Abastecimento (CONAB) apresentou nova redução da safra brasileira do milho, com números mais próximos da realidade dos campos. De acordo com relatório divulgado na última quinta-feira (08), a estimativa é de 87,3 milhões de toneladas no total, frente às 88 milhões apontadas no mês passado e das 97,8 milhões de toneladas efetivamente colhidas em 2017.

A safra de verão está agora estimada em 25,1 milhões de toneladas, contra 24,7 milhões indicadas em fevereiro, bem abaixo das 30,5 milhões de toneladas colhidas no mesmo período do ano passado. Para a segunda safra, são esperadas 62,1 milhões de toneladas frente às 63,3 milhões apontadas no último mês, e 67,3 milhões de toneladas na colheita de 2017.

O ponto é que há dúvidas quanto aos dados divulgados, e os produtores têm reclamado sobre estas informações, solicitando que sejam corrigidas o quanto antes. No último ano, o estoque inicial foi apontado em 17,7 milhões de toneladas e o final em 16,4 milhões de toneladas, quantidade muito alta, que deixa no ar a questão: a safra passada foi tão grande como apontado, ou o quadro geral já vem defasado há vários anos, carregando estoques que não existem? Para o mercado, os números têm pouca credibilidade e se houvesse tantos estoques disponíveis, o cenário não estaria tão firme como neste momento de colheita da safra de verão.

Fonte: Brandalizze


Siga a Arysta