Arysta LifeScience na 15º Herbishow

20/05/2016 18:04:38

Em mais uma participação no tradicional Seminário sobre Controle de Plantas Daninhas na Cana, a Arysta levou novidades e lançamentos para o público.

O tradicional evento aconteceu este ano nos dias 11 e 12 de maio em Ribeirão Preto e a Arysta fez uma apresentação sobre o tema “Aspectos técnicos e econômicos no controle de cordas de viola com as soluções Arysta”.

A corda de viola causa até 46% de prejuízo em canaviais e a companhia demonstrou como evitar o problema de forma preventiva. Para isso, a Arysta apresentou como atua o herbicida Dinamic® no controle preventivo de Ipomeas, Merremias, Mamona e Mucuna, de forma seletiva a cultura da cana-de-açúcar.

“Temos observado através do Arysta Fly alguns resultados dos prejuízos que Cordas de viola (Ipomeas e Merremias), além de Mamona e Mucuna, podem trazer aos canaviais e dados de pesquisas de universidades também já mostram o herbicida Dinamic® como o melhor controle preventivo de diversas espécies de corda de viola”, afirmou Lucas Rona, responsável pelo Marketing de Cana-de-Açúcar da Arysta LifeScience.

O Herbishow reuniu centenas de pessoas, entre produtores de cana, usinas, empresas de produtos e equipamentos, consultores e pesquisadores. Segundo Lucas Rona, foi um dos principais eventos para a Arysta: “O controle de plantas daninhas é a nossa grande fortaleza, e o nosso portfolio é renovado constantemente pensando principalmente em plantas daninhas de difícil controle. Todo ano temos lançado novas soluções pensando em controle com sustentabilidade, então, o Herbishow é o local ideal para levar nossas novidades, posicionando nosso portfólio de forma sustentável e contribuindo com o setor sucroalcooleiro”, explica.

A Arysta lançou também durante o Herbishow mais um herbicida: o produto Oris®: “É mais uma excelente ferramenta que a Arysta LifeScience oferece no manejo sustentável de plantas daninhas na cultura da Cana-de-açúcar”, afirma Lucas Rona, que ressaltou que lançar novidades no Herbishow trouxe resultados por estender tempo com palestras técnicas que proporcionaram muita troca de informações, além de estreitar relacionamentos entre pesquisadores, estudantes, produtores e empresas do setor.

Fonte: Portal do Agronegócio/MG


Siga a Arysta